Mastoplastia

Mastoplastias ou mamoplastias são os procedimentos de remodelamento do tecido mamário que visam devolver a harmonia do corpo e formato das mamas. Podemos dividir os procedimentos em mamoplastia redutora e mastopexia.

A mamoplastia redutora é uma cirurgia realizada com o objetivo de reduzir o volume e peso das mamas, diminuindo assim o desconforto. Pacientes portadoras de mamas volumosas se beneficiam da redução do peso, da eliminação das marcas causadas pelo soutien e do fim da dor nas regiões do pescoço e costas. A adaptação às roupas também é facilitada.

A mastopexia, por sua vez é a cirurgia realizada para fazer somente a suspensão das mamas sem alterar o volume. A queda da mama pode ocorrer por após as gestações ou perda acentuada de peso.

Os objetivos da cirurgia normalmente são o reposicionamento da mama em posição mais superior, além do seu remodelamento e a retirada do excesso de pele e tecido mamário. Para isso, são necessárias algumas cicatrizes que se localizam em volta da aréola e na parte inferior da mama. Temos três tipo de cicatrizes:

  • A cicatriz periareolar está presente em todas as mamoplastias e pode ser utilizada exclusivamente para pequenas elevações e/ou pequenas reduções. A retirada excessiva de pele em volta da aréola torna a mama achatada e deve ser evitada.
  • A segunda cicatriz é a vertical. Fica no centro da mama a partir da aréola até a região do sulco em baixo da mama. É usada em conjunto com a periareolar e pode ser aplicada em mamas médias e com queda moderada.
  • Quando a queda da mama ou a redução desejada são maiores, existe a necessidade de estender a cicatriz na região do sulco submamário com cicatrizes resultantes tipo “L”ou “T” invertido.

A cirurgia na maioria das vezes é realizada em regime de hospital dia, com alta no final da tarde, após o procedimento. A dor não é intensa, sendo controlada com analgésicos comuns. Drenos raramente são indicados. O soutien pós-cirúrgico é indicado no primeiro mês após o procedimento, assim como sessões de drenagem que visam reduzir o inchaço mais rapidamente. A paciente pode retomar suas atividades em torno de duas a três semanas após a cirurgia. Exercícios intensos e musculação podem ser retomados depois de seis semanas de pós-operatório.